SP – Após Três Meses Fechado, Correspondente Restabelece Atendimento

Unidade em Catanduva e 70% da rede estavam com serviços suspensos

Atendimento em unidade em Catanduva, foi restabelecido desde terça-feira

O correspondente bancário do Banco do Brasil – ‘Pague Bem’ de Catanduva, retomou suas atividades essa semana após 90 dias de serviços suspensos, devido uma suposta fraude ocorrida no mês de agosto, em unidades do município de Franca, retomou suas atividades essa semana. De acordo com as atendes, desde a última terça-feira, dia 5, os serviços bancários foram restabelecidos.
Durante a descoberta, o Banco do Brasil bloqueou todos os pontos da rede Pague Bem, para adotar medidas de segurança aos usuários do sistema.
A empresa Pague Bem chegou a explicar em nota que houve uma fraude em uma terceirizada da rede em Franca, denominada como Miranda e Ramos e frisou que uma auditoria seria feita junto ao Banco do Brasil em todas as unidades da rede e que os serviços para pagamentos nas unidades seriam restabelecidos após o encerramento da auditoria.
Para ler esta e outras notícias, na íntegra, confira a edição impressa e/ou se cadastre no site para ter acesso a versão Online de O REGIONAL desta quinta-feira (07/11).
Da reportagem local
Foto O Regional

Read More
SP – Polícia Federal prende em Sorocaba suspeito de fraude em empréstimos

Homem teria falsificado documentos e levantado mais de R$ 500 mil.

Há suspeita de que ele faça parte de uma quadrilha que age em todo o país.

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira (5) um homem acusado de obter cerca de R$ 500 mil em pelo menos seis empréstimos fraudulentos junto a bancos em Sorocaba (SP) e Itu (SP). Com ele, foram encontrados documentos em nome de quatro pessoas diferentes, mas sempre com a mesma foto, além de contratos das negociações já firmadas.

A polícia suspeita que ele faça parte de uma quadrilha de estelionatários que age em várias regiões do país. Ele foi preso quando chegava a uma agência bancária para fechar um novo empréstimo, e deve ter a prisão preventiva pedida, além do bloqueio dos bens.
Na sequência das investigações, o objetivo da polícia é descobrir onde foi parar o dinheiro obtido nos empréstimos, que ainda não foi localizado.

Fonte Do G1 Sorocaba e Jundiaí

Read More