Greve dos bancários deve durar ainda toda esta semana

Greve dos bancários deve durar ainda toda esta semana

bancos_greve

Não há previsão de negociação entre classe e Federação.

A semana começa com continuidade da greve dos bancários, que já alcança 21 dias, a mesma duração da paralisação registrada no ano passado. E como não há previsão de negociação, já é possível afirmar que ela vai superar a edição anterior e ainda durar vários dias, segundo informa o Sindicato dos Bancários de Concórdia e Região.

De acordo com o sindicato, a situação permanece a mesma neste início de semana. Estão de portas abertas o Banco do Brasil do Centro e o Banrisul. Já a Caixa Econômica Federal do Centro e Imigrantes, Banco do Brasil da Marechal Deodoro, Itaú, HSBC, Santander e Bradesco seguem fechados. Na região, paralisação no Banco do Brasil dos municípios de Seara, Xavantina, Ipira/Peritiba, Faxinal dos Guedes e Itá. Além destes, há mobilização também na Caixa Econômica Federal de Seara e Faxinal dos Guedes.

O vice-presidente do Sindicato, Rogério Czarnobay, diz que até o momento a Federação Nacional dos Bancos não acenou para negociações. Com isso, é possível que a greve dure ainda toda esta semana, e possa alcançar, no início do próximo mês, a marca de um mês, uma das mais duradouras dos últimos anos.

SC e Brasil

Sem uma nova proposta dos bancos, a adesão à greve nacional dos bancários aumenta a cada dia. Em Santa Catarina, mais de 600 agências estão com as portas fechadas. No Oeste, 90 locais de trabalho suspenderam as atividades, 42 só na base de Chapecó.

Em todo o país, há 13,4 mil agências e 40 centros administrativos fechados, o que representa 57% do total de estabelecimentos. É a maior paralisação da história da categoria.

Reivindicações

A categoria rejeitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de 6,5% de reajuste sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil. Os sindicatos alegam que a oferta ficou abaixo da inflação projetada em 9,57% para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% para o bolso.

Eles reivindicam a reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, além de outras questões, como melhores condições de trabalho.

Fonte http://www.radiorural.com.br/noticias/22295-greve-dos-bancarios-deve-durar-ainda-toda-esta-semana
Por Luan de Bortoli

Read More

ATENÇÃO

Este site NÃO tem NENHUMA relação com o serviço de consulta cadastral chamado CREDINFO POSTAL.

Enquanto este site, o www.credinfo.com.br, refere-se a um software de gestão para Correspondentes, o serviço CREDINFO POSTAL parece ser um serviço interno de consultas dos bancos, onde deve funcionar como um serviço de consulta cadastral, tipo o Serasa. Também ouvimos relatos que tal serviço chamado de CREDINFO POSTAL é consultado nas agências dos Correios.

Portanto se seu CPF foi negativo pelo CREDINFO POSTAL, procure o banco ou uma agência dos Correios e se informe sobre a origem desta negativação. Nós não temos condições de ajuda-lo, já que desconhecemos a origem deste serviço.

Então o site www.credinfo.com.br nunca foi um sistema de consulta cadastral e nem será. É apenas um site que oferece um software para download para correspondentes calcularem suas comissões de propostas.

É apenas uma coincidência dos nomes, enquanto este site chama-se Credinfo.com.br, o serviço de consulta cadastral, onde provavelmente negativou seu CPF, chama-se CREDINFO POSTAL.