Seguro auto 60% mais barato é opção na crise

Seguro da QBE Brasil possui uma cobertura básica para roubo e perda total por colisão, e pode ser até 60% mais barato que os convencionais.

Apesar da crise, o mercado brasileiro de seguros como um todo cresceu mais de 12%. O seguro de automóvel, entretanto, avançou menos que 5% por causa do declínio do setor automobilístico – em 2014, havia subido 9%. Para 2016, o desafio das seguradoras é oferecer um produto que dê tranquilidade e ao mesmo tempo não pese no bolso do motorista.

Pensando nisso, a QBE Brasil colocou no mercado o Flex Seguro Auto, um seguro simplificado para automóveis, que pode ser até 60% mais barato que os convencionais.

Com venda através de corretores – nos canais convencionais – e pela internet, o produto conta com coberturas de roubo, perda total por colisão, assistência 24 horas, quebra de vidros e reparo de para-choques.

A contratação do seguro é feita mediante a instalação do rastreador. “Nosso foco é indenizar e não consertar, logo não trabalhamos com coberturas para perdas parciais. Se o carro for roubado e o rastreador não ajudar a recuperar, a seguradora vai ressarcir o investimento”, esclarece Raphael Swierczynski, CEO da QBE Brasil.

Este modelo de negócios foi desenvolvido especialmente para o mercado brasileiro e busca ser uma opção para os proprietários de automóveis que não se adaptam aos seguros tradicionais.

A contratação online é bastante simples. O cliente preenche os dados no site, visualiza a cotação e pode contratar o seguro de uma maneira rápida e sem burocracia. O pagamento é realizado com cartão de crédito, mas o veículo só estará segurado após a instalação do rastreador, que é agendada também pela internet e realizada na data e local escolhido pelo consumidor.

O objetivo da QBE é promover a expansão dentro do segmento de seguros para autos, trazendo novos consumidores que não contavam com um produto que atendesse às suas expectativas. “Estima-se que cerca de 65% da frota de automóveis no Brasil não tenha nenhum tipo de seguro. É exatamente esse o público que queremos atingir, além de nos tornarmos uma real opção no momento da renovação do seguro”, afirma Swierczynski.

Por conta deste perfil diferenciado, o Seguro Auto Flex custa, em média, entre 40 e 60% do valor de um seguro tradicional, a partir de R$ 69,90/mês. De acordo com o CEO da companhia no Brasil, o seguro é modular, ou seja, o segurado escolhe quais as coberturas deseja contratar.

Website: http://www.qbeseguroauto.com.br

Fonte Tamer
Fonte http://www.cqcs.com.br/noticia/seguro-auto-60-mais-barato-e-opcao-na-crise-2/?utm_source=news-15-02-16&utm_medium=email&utm_campaign=cqcs

Comments are closed.

ATENÇÃO

Este site NÃO tem NENHUMA relação com o serviço de consulta cadastral chamado CREDINFO POSTAL.

Enquanto este site, o www.credinfo.com.br, refere-se a um software de gestão para Correspondentes, o serviço CREDINFO POSTAL parece ser um serviço interno de consultas dos bancos, onde deve funcionar como um serviço de consulta cadastral, tipo o Serasa. Também ouvimos relatos que tal serviço chamado de CREDINFO POSTAL é consultado nas agências dos Correios.

Portanto se seu CPF foi negativo pelo CREDINFO POSTAL, procure o banco ou uma agência dos Correios e se informe sobre a origem desta negativação. Nós não temos condições de ajuda-lo, já que desconhecemos a origem deste serviço.

Então o site www.credinfo.com.br nunca foi um sistema de consulta cadastral e nem será. É apenas um site que oferece um software para download para correspondentes calcularem suas comissões de propostas.

É apenas uma coincidência dos nomes, enquanto este site chama-se Credinfo.com.br, o serviço de consulta cadastral, onde provavelmente negativou seu CPF, chama-se CREDINFO POSTAL.