INSS alerta para fraudes em empréstimo consignado

O Ministério do Trabalho e Previdência Social mantém em sua estrutura uma área destinada a receber as manifestações do cidadão, que por qualquer razão, tem o seu pleito negado pelo INSS. Trata-se da Ouvidoria, que recebe, trata e encaminha a solução de todas as manifestações da população, sejam elas: reclamações, sugestões, elogios ou denúncias.

Em 2015, a Ouvidoria registrou 18.418 manifestações em todo o país, das quais 2.476 na região Nordeste. Um desses registros foi feito por José de Arimatéa Freire (79), agricultor aposentado pelo INSS desde 1996, que reside na localidade de Aldeia, comunidade do município de Camaragibe em Pernambuco. Desde que a irmã Dalva faleceu, “seu” José ficou responsável pela criação do sobrinho Eudes. Todavia, o carinho e dedicação ao sobrinho não foram suficientes para evitar que o rapaz abusasse da sua confiança, e fizesse um empréstimo para comprar uma moto, vinculado a aposentadoria, equivalente ao salário minimo, recebida pelo agricultor.

Casos como o de “seu” José, comprovam que o aposentado ou pensionista da Previdência Social precisa estar atento para não se tornar vítima de fraude na concessão do seu benefício ou de empréstimo consignado. O primeiro ponto que o cidadão precisa ter em mente, é que o INSS não faz contato com ninguém por telefone, seja para saber ou atualizar o número do benefício, senha bancária, e tão pouco autoriza a efetivação de empréstimos consignados. É importante ressaltar que a única forma que a Previdência Social mantém contato com o cidadão é por meio de carta registrada.

O beneficiário é a única pessoa que pode autorizar a concessão de empréstimos vinculados a sua aposentadoria ou pensão. Portanto, fique atento a quem promete muitas facilidades. Nunca forneça seus dados pessoais, tais como: RG, CPF, número do benefício ou endereço residencial por telefone a quem quer que seja; jamais assine procurações ou contratos dos quais você não esteja ciente do seu inteiro teor. Outro cuidado que o aposentado ou pensionista precisa ter, é de em nenhuma hipótese, entregar o seu cartão e senha bancária a pessoas desconhecidas.

Para garantir que não se tornará alvo de agenciadores ou pessoas inescrupulosas, o cidadão pode solicitar o bloqueio do seu benefício para fins de empréstimos. Basta comparecer a uma Agência da Previdência Social, preencher um requerimento solicitando o bloqueio e protocolar na própria agência.

Precauções

Nunca realize empréstimo por meio de pessoas que queiram fazê-lo em sua casa; cuidado quando alguém se apresentar como funcionário do INSS ou de algum banco. Nunca forneça seus documentos pessoais e cartão do banco para recadastramento em sua própria casa.

As denúncias de fraudes em empréstimos consignados devem ser feitas à Ouvidoria-Geral da Previdência Social, pelo site www.previdencia.gov.br/ouvidoria ou pela Central 135.

Com informações do INSS

Fonte http://tribunadonorte.com.br/noticia/inss-alerta-para-fraudes-em-empra-stimo-consignado/341271

Comments are closed.