Verificar configuraes

A depender da forma como você diz não ao seu cliente, ele pode virar o seu eterno inimigo, ou ser fiel a você durante toda a vida. Mas, como agir? Para o corretor especializado em Seguro Garantia, Lucas Vilas Boas, é importante que tenha conhecimento sobre o assunto para explicar o porquê do não. Inclusive, para que o cliente possa trabalhar em cima daquele aspecto negativo, e numa próxima oportunidade, receber o sim.

“O corretor pode orientar o cliente, muitas vezes até conversar com o contador. É importante ainda, a velocidade que se diz o não. Um corretor experiente olha o balanço da empresa e já alerta sobre a possível dificuldade. Mas tem aqueles afoitos, que dizem ‘deixa comigo, eu resolvo’. Com isso muitas vezes ele bate a cara na porta e deixa o cliente na mão”, explica.

Lucas conta ainda, que é interessante antes de levar a proposta do seguro para a seguradora, fazer uma análise antecipada do cliente e tentar resolver as pendências. “Ai está a diferença do corretor especializado e não especializado”. Ele ressalta que ouvir um “não” no Seguro Garantia é comum, pois, quem faz o limite do seguro e a possibilidade dele conseguir a apólice é o próprio cliente. “São os balanços da empresa e sua história no mercado”.

E cita o exemplo. “Um cliente que está com restrições no Serasa, se o corretor não conseguir emitir a apólice, a culpa não é dele, e sim do cliente, pois o mesmo se colocou numa situação em que as seguradoras não vão ceder o credito para ele”. Portanto, é importante estar preparado para dizer que nesse momento não será possível atender esta demanda. “Muito clientes não aceitam o não. E o corretor inexperiente se assusta. Mas cabe a nós, saber explicar a situação”.

Essa e mais notícias você confere no site: www.segurogarantia.net

Fonte Segurogarantia.net – Crislaine Cambuí
Fonte http://www.cqcs.com.br/

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.