Verificar configuraes
BA – Feirão terá imóveis novos com entrada parcelada em Feira e Salvador; veja simulações

BA – Feirão terá imóveis novos com entrada parcelada em Feira e Salvador; veja simulações

imoveis

A construtora MRV Engenharia está realizando evento em Feira de Santana, até o dia 31, quando vai chegar a Salvador

Feirão para Tudo é o nome do evento de vendas que a construtora MRV Engenharia está realizando em Feira de Santana, até o dia 31, quando vai chegar a Salvador. Na Princesinha do Sertão, o feirão acontece no interior do Shopping Boulevard e conta com imóveis de dois ou três quartos que podem ser adquiridos sem pagamento de sinal e entrada parcelada em até 36 vezes.

Segundo o diretor regional da companhia, Yuri Chain, um dos principais benefícios de um evento como este é a comodidade propiciada ao consumidor. “Quem está passeando pelo shopping, ou até quem mora perto do local, pode dar uma passada e conferir as ofertas. Também temos atendimento de corretores e correspondentes bancários da Caixa e do Banco do Brasil que fazem simulações de financiamentos”, diz.

Quem comparecer ao feirão poderá comprar imóveis prontos para morar, em construção ou na planta, a partir de R$ 89,9 mil.
Condições
Em Feira, a construtora tem quatro empreendimentos à venda: Parque Filipinas, Parque Fonte das Águas, Parque Florença e Parque Flora. São cerca de mil apartamentos disponíveis.

Entre os benefícios oferecidos, além da entrada parcelada em até 36 vezes, estão o financiamento da moradia em até 30 anos pela Caixa Econômica ou Banco do Brasil, a possibilidade de utilização do FGTS e as vantagens do programa Minha Casa Minha Vida.

“É uma linha de recurso mais barata. Pelo programa, os juros ficam abaixo da inflação”, conta Chain.
A partir do dia 1º de setembro será a vez de Salvador receber o evento. O feirão, que contará com 1.150 imóveis ofertados, acontecerá até o dia 15, no Shopping da Bahia.

Veja quanto pode ficar o financiamento da casa própria
Ainda que a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA) não tenha divulgado os imóveis que estarão em oferta no Salão Imobiliário – entre 16 e 18 de setembro -, o CORREIO fez uma busca entre as incorporadoras e encontrou ofertas para Imóveis como o Residencial Terra Brasilis, em Camaçari, e o Residencial Vila Imperial, em Marechal Rondon, ambos empreendimentos da Construtora Tenda. Os dois, inclusive, contam com subsídios de R$ 20 mil do Programa Minha Casa Minha Vida.

Outra construtora que vai participar do Salão é a MVL Incorporadora, que está oferecendo condições especiais para o 5ª Avenida Residence, em Patamares. O empreendimento conta com unidades de 2 quartos e sai por R$ 415 mil. Funcionários públicos podem financiar até 90% e a entrada de 10% é dividida em até duas vezes. Para ajudar quem pretende adquirir um imóvel novo, a reportagem levantou uma simulação de planos de financiamento na Caixa Econômica de até 80% do valor dos imóveis.

Na amostragem, foram utilizados três valores diferentes:

Fonte http://www.correio24horas.com.br/single-economia/noticia/feirao-tera-imoveis-novos-com-entrada-parcelada-em-feira-e-salvador/?cHash=1832b749fe827f3ebf3783e2da18f8c4

Read More
BA – Prefeito de Curaçá é afastado suspeito de desviar mais de R$ 2 mi

BA – Prefeito de Curaçá é afastado suspeito de desviar mais de R$ 2 mi

Valor é referente às parcelas de empréstimos consignados concedidos aos funcionários


Se a denúncia for aceita, além de ter que devolver o valor, o prefeito poderá ficar preso, pegando de dois a 12 anos de prisão
Reprodução/Record Bahia

O prefeito do município de Curaçá, no norte da Bahia, foi denunciado pelo MPF (Ministério Público Federal) por desviar dinheiro de servidores municipais. Carlos Luiz Brandão Leite se apropriou de maneira indevida de recursos da CEF (Caixa Econômica Federal) referente às parcelas de empréstimos consignados concedidos aos funcionários da prefeitura. O desvio foi superior a R$ 2 milhões.

Os funcionários solicitavam o empréstimo, o dinheiro era descontado do contracheque, porém não era repassado para o banco. Ao perceber os atrasos no repasse, a CEF entrou em contato com a prefeitura e acabou descobrindo que, supostamente, o prefeito estaria se apropriando dos pagamentos.

Se a denúncia for aceita, além de ter que devolver o valor, o prefeito poderá ficar preso, pegando de dois a 12 anos de prisão e, também, de não poder exercer mais o cargo de prefeito.

Fonte R7 http://noticias.r7.com/bahia/prefeito-de-curaca-e-afastado-suspeito-de-desviar-mais-de-r-2-mi-17052016

Read More